Tubos de ensaio

Curso de Microbiologia

para o setor sucroenergético

O curso de Microbiologia para o Setor Sucroenergético tem o objetivo de trazer as atualizações e avanços na área de microbiologia, incluindo a classificação, fisiologia e genética de micro-organismos. Neste curso você irá aprender sobre citologia, controle de crescimento, níveis de segurança, condições de cultivo em laboratório, fisiologia Microbiana: metabolismo e fases de crescimento e muito mais!

Carga horária: 40 horas

Formato

Online com aulas ao vivo e gravadas

Carga Horária

40 horas

Tipo de Material

Lives, videoaulas, PDFs, exercícios e avaliações

Duração

5 dias

Pré-requisitos

Nenhum

Tempo

3 meses de acesso ao curso

Objetivo

Este curso tem como objetivo fornecer informações desde ..., garantindo assim resultados positivos na atuação no setor sucroenergético.

Público-alvo

Profissionais que atuam ou tenham interesse em atuar no setor sucroenergético e se aprimorar na área de microbiologia

Certificado

Certificado Digitalizado gratuito após a conclusão do curso

Os certificados emitidos são válidos em todo território nacional e emitidos em conformidade com a Lei nº 9.394/96; Decreto nº 5.154/04; Deliberação CEE 14/97 (Indicação CEE 14/97), com validade para:

  • Educação continuada;

  • Extensão universitária (horas extracurriculares);

  • Titularidade para professores;

  • Complementação de conhecimento;

  • Ascensão de carreira ou cargo;

  • Contagem de carga horária para estágio;

  • Comprovação de Prova de Título;

  • Enriquecimento de currículo;

  • Concursos públicos;

  • Avaliações para promoções internas nas empresas;

  • Dentre outros.

Conteúdo Programático

Seção 1 – Introdução à Microbiologia

  • Unidade 1 – Microbiologia: Introdução e conceitos gerais

  • Unidade 2 – Citologia

  • Unidade 3 – Classificação dos micro-organismos

  • Unidade 4 – Controle do crescimento microbiano e níveis de segurança

  • Unidade 5 – Fisiologia Microbiana: metabolismo

  • Unidade 6 – Fisiologia Microbiana: fases de crescimento

  • Unidade 7 – Condições de cultivo em laboratório e visualização

Seção 2 – Genéticade micro-organismos

  • Unidade 8 – Genética de micro-organismos: estrutura, replicação, transição e tradução

  • Unidade 9 – Operons e mecanismos de regulação da expressão gênica

  • Unidade 10 – Plasmídeos e mecanismos de transferência de material genético

  • Unidade 11 – Clonagem gênica e outras técnicas para manipulação do DNA microbiano

larissa.jpg

Larissa Ferreira Papin

Professora Instrutora

Mestranda em Produção Vegetal e Bioprocessos Associados, Graduada em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal de São Carlos (2010), especialização MTA (Master Technology Administration) - Gestão Industrial Sucroenergética pela Universidade Federal de São Carlos (2012).

Carreira profissional na área de açúcar e etanol iniciada na empresa Tereos SA, como gestora do Laboratório Industrial e PCTS por 6 anos na unidade de Tanabi. Seguido pelo cargo de especialista de processos, participando como Gerente de Projeto na ampliação da Fábrica de Açúcar (para aumentar o Mix de 50% para 73%). Seguido pelo cargo de gestora de Destilaria na Unidade Severínia. Após um período de empreendorismo, retorno ao setor sucroenergético na empresa Clealco como gestora de Laboratório. Durante o período de atuação no setor, me aperfeiçoei na área de controle de perdas, implementação da cromatografia no setor, redução de gastos no setor da fermentação e redução de resíduos.

  • LinkedIn
  • lattes
Vico.jpg

Octávio Valsechi (Vico)

Coordenador Acadêmico

Graduado em Engenharia Agronômica, Mestre em Ciência e Tecnologia de Alimentos (USP) e Doutor em Ciências Biológicas área de concentração em Microbiologia Aplicada (UNESP). Professor da Universidade Federal de São Carlos (DTAISER/CCA/UFSCar).

Carreira profissional teve início em 1980 nas áreas da Cadeia Produtiva Sucroenergética, Tecnologia e Microbiologia Agroindustrial, atuando principalmente nos seguintes temas: Agroindústria da cana-de-açúcar, qualidade da cana-de-açúcar e análises tecnológicas, produtos, subprodutos, coprodutos e energia, tecnologia sucroalcooleira, fermentações etanólicas, sequestro de carbono pela cana-de-açúcar. Representante da UFSCar nos Comitês Acadêmicos de Energia da Associação das Universidades Grupo Montevideo (AUGM), coordenador do Núcleo de Pesquisas Energéticas da UFSCar (NUPEUFSCar), foi Consultor Técnico em Biocombustíveis na EPE, assessor e consultor da ABC/MRE para o assunto de Bioetanol de cana-de-açúcar no PNUD e na ONUDI em países da América Latina e da África respectivamente.

  • LinkedIn
  • lattes